Maikel da Maia
Clarices

Maikel da Maia

Maikel Aparecido da Maia
07/05/1983. Curitiba / Paraná
Vive e trabalha em Curitiba
porem@pop.com.br


Clarices

As gravuras de Maikel da Maia apontam para a imagem feminina. São todas mulheres "Clarices" identificadas entre formas, vestes, estruturas, alguns acessórios femininos e indicações de uma fragmentação de corpos em partes ou em reconfigurações. Uma imagem é rebatida, repartida e refletida sobre a outra e a outra, sua imagem e semelhança. Várias mulheres se sobrepõem. Todas parecem ocupar o centro de si mesmas, porém dividindo e multiplicando uma existência simultânea/paralela. Podem se encontrar nuas, seminuas, despidas ou descarnadas, para que sejam revestidas então das memórias de outros e de outras.

A linha gravada em água-forte e impressa no papel, segue como um fluido entre camadas que posteriormente serão sobrepostas, dissecando de um corpo feminino o osso, a carcaça. Ao contornar a figura na fronteira da forma, revela o branco da folha em relevo. O vermelho invade ou constrói planos, desenrolando significados seguramente femininos. Pode ser a violência de fora delimitando espaços ou o corpo se esvaindo por dentro.
Quem são estas clarices? Elas habitam seus corpos, seus fragmentos, seus trapos, seus lugares no mundo?

A gravação da matriz com suas marcas e seu posterior desdobramento na imagem impressa e reimpressa, é característica do aspecto reprodutivo tão comum a gravura quanto à mulher.

José Roberto da Silva
Julho / 2005


Clarices
42 x 29,8 cm.
2004/2005
Gravura em Metal
Fotografia:
Fernando Artur de Souza

 

 
Artistas participantes do projeto MUVI
  Textos e entrevistas Saiba mais sobre a história das artes plásticas no Brasil Saiba mais sobre o MUVI Links Recomendados mande um mail para o MUVI
PARCERIAS:
Projeto POLVO Projeto de Extensão Artista na Universidade Teatro Monótono Projeto para a Construçao de um Desenho  -  Marlon de Azambuja